segunda-feira, 17 de abril de 2017

Carreiro de luz




Carreiro de luz


Carreiro de luz
vindo lá de poente,
o Sol já se indo...

Do mar a luz em ondas,
tons dourados, inebriantes,
a falésia por ali subindo...

Eu ali assim mais pequenino,
o olhar no mar se me afundando
lembrando-me de ser menino...

Longe, então menino
sem nenhum mar de água perto
ainda mais pequenino...

Foi pela luz
que cada mar de breu
se fez de luz...


José Rodrigues Dias, 2017-04-17

Sem comentários:

Enviar um comentário