quarta-feira, 17 de maio de 2017

Mar, que mar grande é o céu...





Mar, que mar grande é o céu...


Mar, que mar grande é o céu,
nuvens, ondas gigantes, olhar pequeno perdido,
ilhas, barcos, flores, pássaros...

Vai, vai e olha tu a uma janela,
não precisa de ser alta, basta ser ao rés-do-chão,
e olha como a paisagem é bela...

Abre cada janela, põe-te a olhar,
fica assim, aqui e lá longe, nos azuis, nos verdes,
sonha na aragem e fica a sonhar...

Se uma tempestade te vier,
sossega, saboreia o calor de um beijo,
será efémero o fel que vier...


José Rodrigues Dias, 2017-05-17

Sem comentários:

Enviar um comentário