quinta-feira, 15 de junho de 2017

O melro, o calor e o homem...





O melro, o calor e o homem...


Um calor danado na moleirinha aí em baixo...
Fresquinho aqui em cima, uma aragem entre a folhagem...
Tu, que tudo podes, voa então cá para cima...


José Rodrigues Dias, 2017-06-15

Sem comentários:

Enviar um comentário