segunda-feira, 24 de julho de 2017

Carreiro de formiga





Carreiro de formiga


Grão a grão um montão,
passo a passo marcado o caminho,
verso a verso um poema...

E grão a grão
o caminho traçado
verso a verso...

No fim, um néctar de vinho,
bago a bago, uva a uva, cesto a cesto,
da luz maturado, em silêncio...


José Rodrigues Dias, 2017-07-24

Sem comentários:

Enviar um comentário