quinta-feira, 5 de setembro de 2019

A Bia e a gente




A Bia e a gente


O dia quente…
Resguarda-se, como a gente, no café à sombra,
a negra pega…

Sem quase falar a gente,
também, da idade e do calor,
sem quase palrar a pega…

Traços do outro
em ti e de ti no outro, vida e morte,
de alfa a ómega…


José Rodrigues Dias, 2019-09-05


Sem comentários:

Enviar um comentário