terça-feira, 17 de julho de 2018

A mão se divina fosse




A mão se divina fosse


Divina fosse minha mão:
em traços simplesmente naturais, bafejados,
pintaria colorida uma flor!

Se a mão divina,
a mão se divina fosse,
não esta minha!


José Rodrigues Dias, 2018-07-17

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Pólen da vida




Pólen da vida


Aberta, a flor nobre,

eis os insectos, o pólen, o outro em comunhão,
a vida, o fruto novo!


José Rodrigues Dias, 2018-07-11

sábado, 14 de julho de 2018

Magia do tempo




Magia do tempo


De uma flor amarela amadurecida
uma curgete crescida; do chão regado
a frescura sorvida até ser colhida...

Uma coisa linda,
magia entranhada do tempo, linda
de ver a crescer...


José Rodrigues Dias, 2018-07-13

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Do mar e do medo




Do mar e do medo


Sou, ouve, pelas ondas
este caminho na luz aberto
por teus sonhos liberto...

Liberto,
cada teu sonho
é tudo! 

E medo, não, o medo
não é de quem vai,
é de quem fica quedo...


José Rodrigues Dias, 2018-07-06

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Das flores e das mães




Das flores e das mães


Tu gostas de flores, porquê?
Não sabes, estas coisas a gente não sabe...
Sim, porém tua Mãe gostava!...


José Rodrigues Dias, 2018-07-11

quarta-feira, 11 de julho de 2018

De infernos a céus




De infernos a céus


Das profundezas de morte de infernos
por entre labaredas vivas ou correntes negras de água
por purgatórios até à luz morna de céus...

E tanto inferno
na terra,
e morte sem céu... 


José Rodrigues Dias, 2018-07-10

terça-feira, 10 de julho de 2018

A flor de abóbora em sua pele




A flor de abóbora em sua pele


Uma penugem mui finíssima
de um amarelo vivo
a acariciar a flor em sua pele...


José Rodrigues Dias, 2018-07-09

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Da limpidez da luz




Da limpidez da luz 


Em fundo escuro
a percepção por entre rochedos negros
da limpidez da luz... 


José Rodrigues Dias, 2018-07-08

domingo, 8 de julho de 2018

Sábia é a natureza




Sábia é a natureza 


Sábia é a natureza
no caule de uma pequena planta
abrindo-se em flor...

Fractal,
reproduzindo-se
fractal...


José Rodrigues Dias, 2018-07-03

sábado, 7 de julho de 2018

Silêncio




Silêncio


Silêncio,
em silêncio é o rumorejo
do mar...

De sereias,
é o seu tempo
de acordar...


José Rodrigues Dias, 2018-07-05