domingo, 10 de janeiro de 2021

Mais forte que a morte, mais forte…

 



Mais forte que a morte, mais forte…


Mais forte 

que a morte,

mais forte...


Contudo, certo instante

a treva numa fenda

a engole num rompante


e a luz boiando no mar se afunda

como num buraco no espaço negro

e a treva parece que tudo inunda...


Porém, ela é mais forte 

que a morte,

porém, ela é mais forte...


2015-07-07


in José Rodrigues Dias, Diário Poético (2012 - 2016), Livro oito, 8/10 (Julho a Dezembro de 2015), 298 pp, 2020.


* * * 


Jrd, 2021-01-10


Facebook:


https://www.facebook.com/jose.rodriguesdias/


Sem comentários:

Publicar um comentário