quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Uma frincha de janela

 


Escrito neste dia 13 de Janeiro, há precisamente cinco anos, integrado neste novo "Livro nove" do "Diário Poético (2012-2016)", o penúltimo desta série de dez, sendo o vigésimo quinto livro de Poesia.


* * * 


Uma frincha de janela


Deixa, deixa a luz vir!

Pelo mesmo caminho em outro sentido

a nuvem lá se há-de ir!


Por uma frincha de janela

um instante se faz de esperança

e tudo na casa é mudança!


2016-01-13


in José Rodrigues Dias, Diário Poético (2012-2016), Livro nove, 9/10 (Janeiro a Junho de 2016), 214 pp, 2021.


* * *


Jrd, 2021-01-13



Sem comentários:

Publicar um comentário